Ficou desempregado um bom tempo? Veja dicas de como retornar ao mercado de trabalho

Para quem esteve afastado do mercado de trabalho sabe como é difícil retornar à atividade. Mesmo tendo muitas qualificações, encontram muita dificuldade.

São muitos os motivos que fazem algumas pessoas deixarem seus empregos e passarem algum tempo paradas. Uma mulher que quer voltar a trabalhar após uma separação por exemplo, ou mãe que se dedica a casa e aos filhos e após eles crescerem decide trabalahr novamente, um funcionário demitido de uma empresa que trabalhava a muito tempo e precisa encontrar um novoemprego, enfim, são muitas situações, mas mesmo apesar das dificuldades em conseguir trabalhar após ficar um bom tempo parado, é possível mostrar suas qualificações em um novo emprego.

Mas antes de qualquer busca por um trabalho, é muito importante a pessoa acreditar e principalmente se atualizar, procurar aprimorar o conhecimento e se aperfeiçoar sempre, além de cuidar da própria imagem.

Não há nenhuma fórmula mágica nem uma técnica infalível, mas há alguns passos a serem seguidos para começar a mudar essa situação:

1. Atualize-se, mostre-se bem informado. Saiba o que se exige dos novos candidatos ao seu emprego, e consiga demonstrar que está apto a ter o mesmo desempenho que eles em todas as técnicas modernas. Uso de informática, técnicas de vendas, conhecimento do mercado… cada situação exige um conjunto de habilidades diferentes, que você precisa conhecer, dominar, e estar pronto para demonstrar.

2. Enfatize o conhecimento, estabilidade e experiência. Um grande diferencial que você pode ter é a experiênciano ramo. Deixe isto claro, e procure colocar em destaque no seu currículo e entrevistas.

3. Recicle sua experiência. É possível que sua experiência do mercado e tecnologia de 3 ou 5 anos atrás não seja mais corrente. Se for o caso, procure reciclá-la e torná-la corrente. Estude por conta própria tanto quanto puder, se possível faça algum curso (veja alguns cursos gratuitos) ou treinamento formal (o empregador sente-se muito mais seguro quando vê um diploma), obtenha uma certificação, ou faça o que for necessário para poder demonstrar que está por dentro.

4. Procure seu antigo chefe e colegas: mesmo que não seja para um novo emprego! Se você tinha bom relacionamento com eles, é possível que eles tenham condições de lhe indicar para alguma vaga, ou ficar de olho para o caso de algo surgir. Eles também podem ser boas fontes para você se informar sobre a situação atual do mercado, e o que mudou desde que você se ausentou.

5. Avise seus amigos e familiares: ter uma rede de contatos é muito importante para conseguir um emprego. Os amigos, e os amigos dos amigos, podem ser uma grande fonte de informações sobre oportunidades, e podem servir como referência para você. Não há nenhuma razão objetiva para esconder que você está procurando emprego, e a maioria das razões que podem passar pela sua cabeça tendem a não ser condizentes com o seu objetivo principal de retornar ao mercado.

6. Não tenha medo do trabalho temporário: Talvez você ainda esteja acostumado com o panorama do mercado de trabalho pré-globalização, quando um bom emprego era estável e para toda a vida, e um emprego de curta duração era visto como algo negativo, e até mesmo um obstáculo entre você e o emprego estável tão sonhado. Hoje tudo mudou, e um emprego temporário pode ser justamente o que você precisa para daqui a alguns meses não ser mais visto como alguém que está afastado há tempo do mercado de trabalho.

7. Veja a situação pelos olhos do empregador: exceto nos casos de preconceito, é claro! É provável que boa parte da sua experiência não seja relevante para a vaga que está disponível agora, e assim você talvez tenha que aceitar ganhar menos do que acredita que vale. Isso faz parte do jogo, e é normal no mercado o empregador não dar tanto valor a declarações de experiência que não sejam recentes. Se você aceitar jogar o jogo pelas regras usuais, poderá ter oportunidade de mais tarde demonstrar a ele o seu verdadeiro valor, e reiniciar a ascenção na carreira. E ver pelos olhos dele facilita a construção da sua estratégia.

Mesmo com as considerações acima, é provável que não vá ser uma jornada fácil. Capriche na sua atitude, e esteja preparado para contra-argumentar com fatos objetivos contra quaisquer preocupações sobre seu tempo de afastamento do mercado que possam ser trazidas à baila em uma entrevista ou outra etapa do processo de seleção!

Aproveitem as dicas e boa sorte!

Fonte: mais informações em efetividade.net

(Visited 95 times, 1 visits today)