Economize no material escolar e saiba o que as escolas não podem exigir

Está acabando as férias, período de aulas prestes a iniciar, e para quem tem filhos, pequenos ou adolescentes tem uma preocupação nessa época: comprar o Material Escolar.

Como nós sabemos, a maioria das famílias no nosso país não tem condição de colocar seus filhos em uma boa escola, pra estudar e “ser alguém na vida”, quanto mais comprar o material escolar completinho.

As escolas fazem listas enormes, pedem caderno, lápis, caneta, borrachas, caderno para cada materia, caderno para desenho, caderno para isso, caderno para aquilo, todos os livros, cola, resmas de papel, tesoura, … ah por aí vai, com toda certeza não para por ai não. Algumas até exageram um pouquinho e exigem material que não é obrigação dos pais. Fora a lista da escola, tem o gasto com mochila, farda, tênis, e materiais pessoais.

É pessoal, o negócio não tá pra brincadeira não. Por isso seleciono algumas dicas aqui, para economizar nas compras de material escolar:

  • Iniciar a compra de boa parte do material antes de iniciar o período das aulas, é uma boa dica para economizar, compras como lápis, estojos, borrachas, mochilas, réguas, etc, podem ser feitas bem antes.
  • É muito importante pesquisar antes de comprar, pesquisar em várias lojas, pois como a concorrência é grande na área, algumas lojas oferecem descontos e promoções, vale ficar atento.
  • Verifique se toda material da lista será usada logo de cara pelo aluno. Se um ou outro item será utilizado apenas no segundo trimestre, você pode deixar para comprar depois.
  • Aproveite o material do ano passado que ainda esteja de boa qualidade, não sendo tão urgente a compra de um novo material, como mochila, estojos, etc.
  • Se for preciso comprar os livros, o ideal é os pais se unirem para comprar livros e cadernos em grandes quantidades. Vale tentar na própria editora, uma boa ideia é comprar também em atacado, sai mais em conta.
  • Evite levar as crianças na hora das compras, elas tendem a querer os mais caros, por exemplo cadernos com personagens licenciados.
  • Fique atento a produtos muito baratos e de qualidade duvidosa.
  • Se não tiver muito tempo para pesquisar diretamente nas lojas, compare preços nos sites das livrarias e papelarias.

Algumas dicas do que não poderá ser exigido pelas escolas. Fique atento:

A escola não pode exigir que os pais comprem produtos dessa ou daquela marca. Nem obrigar os pais a irem em uma determinada papelaria. Também não pode cobrar taxa de material se não produz nada com exclusividade

A advogada do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Mariana Ferraz, afirma ainda que a escola só pode cobrar uma taxa de material se ela produzir aquele item, como apostilas.

Outro detalhe importante: “A escola não pode incluir na lista produtos que todas as crianças vão usar, como os de higiene”, afirma Ferraz.

Com informações de economia.uol

(Visited 70 times, 1 visits today)