Tratamento reduz em 92% a transmissão do HIV

Pacientes HIV positivos em tratamento com medicamentos retrovirais têm reduzida em até 92% a chance de transmitir o vírus da aids em relações heterossexuais, aponta estudo publicado na última edição da revista Lancet.

O estudo, financiado pela Fundação Bill & Melinda Gates, revelou o benefício que o tratamento antiretroviral oferece principalmente para pessoas com aids que tenham contagem CD4 de HIV-1 de 200 cópias por ml no sangue. Os pesquisadores também descobriram que a transmissão do HIV por pessoas com contagem próxima a 200/ml é maior na comparação com aqueles com contagem de aproximadamente 50.000/ml, sugerindo que a aplicação de tratamento com retrovirais no segundo grupo pode ter uma expressiva efetividade na redução de contaminação na população mundial. 

“Desenvolver testes de baixo custo que avaliem a concentração de HIV-1 no plasma ajudará a alertar as pessoas sobre a necessidade de iniciarem o tratamento com retrovirais e, consequentemente, ajudar a reduzir o índice de contaminação da doença”, afirmam os pesquisadores no artigo publicado.

Ver matéria completa com mais informações em estadao.com.br

(Visited 21 times, 1 visits today)