Rinite alérgica: causas e cuidados que devemos ter para evitar
rinite alérgica apresenta sintomas semelhantes aos da gripe podendo evoluir para quadros mais graves se não houver tratamento adequado. Mas é importante saber que a rinite tem mecanismos e causas diferentes. Enquanto o resfriado e a gripe são causados por vírus, a rinite alérgica é uma inflamação do revestimento interno do nariz e os sintomas têm início minutos após o contato com o alérgeno (substância que provoca a alergia), na maior parte das vezes, poeira doméstica e ácaros.

A rinite pode propiciar o aparecimento de outros quadros como sinusite, amigdalite ou faringite, otite e o aumento das adenóides – as famosas “carnes esponjosas”, provocando alterações do olfato, do paladar, da audição, dores de cabeça, falta de ar, tosse, febre, além de olheiras e alterações oculares.

Prevenção

Para o tratamento é necessário identificar a causa da rinite. Muitas vezes, apenas manter-se afastado do alérgeno já é suficiente para eliminar o problema.

Como nem sempre é possível o afastamento total, como no caso da poeira domiciliar, a alternativa é ministrar medicamentos que reduzam a inflamação e controlem os sintomas. Dependendo da intensidade dos sintomas, é indicado o uso de vacinas, a chamada imunoterapia.

Causas da rinite

As causas geralmente encontram-se dentro de casa. Para diminuir os riscos da doença, algumas medidas devem ser tomadas para tornar o ambiente o menos “alérgico” possível. Evite mofo, umidade, tapetes, carpetes, cortinas e almofadões no quarto de dormir. Dê preferência a pisos laváveis e cortinas do tipo persianas ou de material que possa ser limpo com pano úmido. Tudo isso acumula poeira, uma das causas mais comuns. Evite objetos que acumulem muita poeira, como por exemplo, bichos de pelúcia, estantes de livros, etc.

Evite desinfetante e produtos de limpeza com odor forte. Dê preferência a pastas e sabões em pó para a limpeza de banheiro e cozinha. Não use inseticidas em spray nem do tipo espiral.

rinite-alergica-saúde

Cuidados pessoais:

– Evite talcos e perfumes.

– Evite banhos extremamente quentes. A temperatura ideal da água é a temperatura corporal.

– Não fume nem deixe que fumem dentro de casa.

– Roupas raramente usadas devem ser arejadas e, se possível, lavadas antes do uso.

– Dê preferência à vida ao ar livre.

– Esportes podem e devem ser praticados.

 

Fonte: Sociedade Brasileira de Otorrinolaringologia

(Visited 101 times, 1 visits today)