Hipertensão arterial ou pressão alta: sintomas e alimentação adequada

Hipertensão arterial é o mesmo que pressão alta. Instala-se o quadro hipertensivo quando a pressão sanguínea nas artérias ultrapassa suas medidas normais, que são 1 2 a 14 (máximas) e 6,5 a 9 (mínimas).

Essa enfermidade geralmente é associada a pessoas idosas, mas ultimamente tem sido diagnosticada em muitos jovens em consequência dos erros alimentares, do alcoolismo, do tabagismo, obesidade, excessos sexuais, esforços físicos exagerados, falta de repouso, sedentarismo etc.

Pode ser causada também por intoxicação intestinal, doenças do coração, doenças renais, predisposição hereditária.

Os principais sintomas são: dor de cabeça, memória fraca, insônia, sensação de fadiga constante, zumbido nos ouvidos, vertigens, sensação de angústia, falta de apetite, dificuldade em digerir os alimentos, extremidades frias, formigamento nas mãos e pés e, nos casos mais graves, ocorrem hemorragias nasais e até cerebrais, paralisias parciais, insuficiência cardíaca, edema pulmonar agudo e uremia.

Evite alimentos cárneos (principalmente carnes vermelhas), embutidos, gordurosos (frituras, queijos, manteiga, ovos, etc.), açúcar refinado, café, chá-mate, álcool, massas brancas, laticínios gordurosos, condimentos irritantes e sal refinado.

Adote alimentação natural e simples, composta de verduras, legumes e frutas frescas da época, rica em fibras. Para temperar os alimentos, use apenas sal marinho não refinado e azeite de oliva ou óleo de girassol.

A prática de exercícios físicos é muito útil na recuperação do paciente, mas somente pode ser iniciada após rigorosa avaliação médica.

Fonte: Medicina Alternativa de A a Z

(Visited 85 times, 1 visits today)