Mulheres ficam mais carinhosas quando pensam em trair

Produção de estrogênio nessas situações altera o comportamento feminino.

Ao pensar na possibilidade de trair o parceiro, as mulheres costumam ficar mais carinhosas com o namorado. Já os homens passam a agir de forma mais crítica e agressiva com a amada, indica uma pesquisa publicada este mês no Journal of Personality and Social Psychology.

Os dados do estudo mostram que as mulheres, quando conhecem um homem atraente, passam a ficar 18% mais tolerantes com o companheiro. Além disso, tendem a se chatear menos com os problemas do relacionamento. Por outro lado, os homens chegam a ficar até 12% mais intolerantes com a atual parceira. Os resultados surpreenderam os pesquisadores, que esperavam que tanto os homens quanto as mulheres fossem ficar mais empenhados em proteger a relação existente.

Para o psicólogo John Lydon, da McGill University em Montreal, no Canadá, que coordenou o estudo, os resultados estão ligados ao hormônio estrogênio. Ao mesmo tempo em que o estrogênio deixa as mulheres mais amáveis depois de considerarem uma traição, o hormônio as torna mais irresistíveis aos olhos masculinos.

O bom funcionamento de um namoro ou casamento, acredita Lydon, estaria relacionado à disciplina masculina e sua maturidade psicológica para lidar com as tentações diárias.

– Mesmo em um relacionamento sério, o homem pode continuar tendo vontade de trair. Percebemos que os que lidam melhor com seus desejos são aqueles que, de antemão, já sabem como vão reagir se forem tentados por uma mulher linda e solteira – avalia John Lydon, no artigo da Journal of Personality and Social Psychology.

agencia o globo

(Visited 386 times, 1 visits today)