Filme “As mães de Chico Xavier” aborda sofrimento de mães que perderam seus filhos

Em “As Mães de Chico Xavier”, dirigido por Glauber Filho e Halder Gomes, que estreia hoje, Nelson Xavier, na pele do médium mineiro Chico Xavier, não aparece em muitas cenas. Porém, em todas elas, tem papel fundamental, pois as protagonistas Elisa (Vanessa Gerbelli), Ruth (Via Negromonte) e Lara (Tainá Muller) procuram o espírita em momentos de desespero, por razões diversas.

Elisa sofre por ter perdido de maneira acidental o seu filho de cinco anos. Ruth lamenta o fato de ter internado o filho, viciado em drogas, e não ter conseguido evitar que ele se suicidasse. Lara vive um dilema: abortar ou não um bebê.

Segundo Via Negromonte, o principal desafio das atrizes foi dar veracidade a uma emoção que elas nunca vivenciaram [a perda de um filho]. “É estranho, pois, quando você perde os pais, você vira órfão. Caso perca o marido ou a mulher, viúva. Mas, a dor de ver um filho morrer não tem nem nome’’, afirma.

O longa também presta uma homenagem ao jornalista Marcel Souto Maior, autor de “Por Trás do Véu de Isis”, que serviu de base para “As Mães de Chico Xavier”. No filme, ele é vivido por Caio Blat, que vai entrevistar o médium.

Estreia: 01/04/2011.

Apreciação – Mais um filme explorando o espiritismo e interpretado por Nelson Xavier. Em pouco mais de um ano foram feitos: “Chico Xavier”, “Nosso Lar”, “As Cartas Psicografadas de Chico Xavier” e “Bezerra de Menezes, Diário de um Espírito”. O filme que estréia hoje explora o drama de três mães às voltas com problemas com os filhos. É bom levar estoque de lenços porque o filme pode causar choro. O diretor Glauber Filho é o mesmo de “Bezerra de Menezes”. Halder Gomes já dirigiu anteriormente “Holiudy, o Artista Contra o Cabra do Malo” e “Loucos de Futebol”, ambos inéditos por aqui.

Brasil, 2010. Direção de Glauber Filho e Halder Gomes. Roteiro de Glauber Filho. Produção de Sidney Girão e Gerson Sanginitto. Direção de Fotografia: Carina Sanginitto. Música de Flávio Venturini. Montagem de Helgi Thor. Direção de Arte: Fábio Vasconcelos. 108m, 12 anos. Cia. Produtora: Estação Luz Filmes, ATC Entretenimento, Lighthouse, Associação Estação da Luz. Distr. no Brasil: Paris Filmes. Com Nelson Xavier, Herson Capri, Via Negromonte, Caio Blat, Tainá Muller, Vanessa Gerbelli, Gustavo Falcão, Neuza Borges, Paulo Goulart Filho, Daniel Dias, Joelson Medeiros.

Gênero – Drama.

Fonte/autor: Infonet – Ivan Valença

(Visited 77 times, 1 visits today)