Os benefícios da atividade física durante a gravidez

Todas as pessoas deveriam saber a importância da atividade física para saúde, deixar o sedentarismo de lado pode reduzir em até 60% o risco cardiovascular, considerando a atividade em nível moderado.

Para a mulher, a atividade física regular é garantia da manutenção da saúde como um todo, englobando também o peso ideal, a disposição, a circulação, entre outros benefícios importantes para a mulher que trabalha, cuida da casa e é a base e referência da família e amigos.

Na gravidez  é importante continuar com sua atividade física. Algumas mudanças que acontecem no corpo da gestante devem ser levadas em consideração ao pensar em qual atividade física fazer. As articulações tornam-se mais móveis com ligamentos mais flexíveis.

Assim como fora do período de gravidez, os objetivos da prática de atividade física em gestantes incluem:

  • a manutenção da aptidão física e da saúde;
  • o melhor controle de peso;
  • melhor controle muscular e maior flexibilidade no parto;
  • auxílio no retorno venoso prevenindo o aparecimento de varizes de membros inferiores;
  • uma recuperação no pós-parto mais rápida;
  • prevenção e redução de lombalgias;
  • fortalecimento da musculatura pélvica;
  • maior tolerância à dor;
  • diminuição do risco de recém-nascido com peso acima do normal;
  • elevação da auto-estima da gestante.

O centro de gravidade do corpo muda para agüentar o aumento do peso, levando ao deslocamento da pelve e da coluna. O coração passa a ter trabalho extra, com o aumento do volume de sangue. Por isso, alguns tipos de atividade física como exercícios na água, caminhadas e ginástica aeróbica, já vêm se destacando como apropriados para o período gestacional. O ideal é a prática de 30 minutos por dia, pelo menos cinco vezes por semana e, se possível, diariamente.

Sempre inicie com aquecimento e alongamento. Termine reduzindo a carga de exercícios lentamente, para a volta ao ritmo cardíaco normal. Devem-se evitar atividades competitivas, levantamento de peso (devido à postura), exercícios com movimentos repentinos ou de saltos como esqui, jogos com raquetes, exercícios ou esportes de contato, como o basquete e artes marciais e a prática de mergulho devido à descompressão.

Fonte: Einstein.br informações por Dr. Eduardo Zlotnik – Ginecologista e Obstetra do Einstein

(Visited 84 times, 1 visits today)