Cuidando da higiene bucal do seu bebê

Cada fase da infância exige um cuidado especial com a higiene. Fique atenta e previna problemas no futuro.

Primeiros meses
Envolva o dedo em uma gaze embebida em água filtrada ou, ainda, soro fisiológico e limpe a gengiva delicadamente. “Faça isso apenas uma vez ao dia, pois o leite materno tem anticorpos que não devem ser removidos imediatamente”, ensina Paulo Nelson Filho, professor da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto, no interior paulista.

Quando os dentes despontam
Quando cinco deles já tiverem nascido, use uma escova com cerdas extramacias e um pouco de pasta sem flúor. “O mineral favorece a fluorose, que são manchas brancas”, conta o dentista Oskar Razuk, professor da Fundação de Apoio à Pesquisa e Estudo de São Paulo, a Fapesp. Para piorar, ali nas regiões manchadas, a estrutura dentária é mais frágil

E o fio dental?
Ele deve entrar em cena quando a criança já tiver todos os dentes. Como usá-lo requer muita coordenação motora, essa tarefa cabe aos pais até que a criança consiga fazê-la corretamente. E atenção: o fio é tão importante para a higiene infantil quanto para a da boca dos adultos.

Fazendo sozinho a escovação
Por volta dos 5 anos, a criança já consegue fazer o serviço sem tanta ajuda. Mas é bom que um adulto supervisione e, hig-0-12-11-bebe-deitadose preciso for, dê um acabamento especial. Crie motivação comprando escovas decoradas com temas de que seu filho goste.

A primeira visita ao dentista
A consulta de estreia deve acontecer quando os primeiros dentes começam a despontar. “É bom que a criança perceba que cuidar da boca não é nenhum bicho-de-sete-cabeças”, aconselha Oscar Razuk.

Fonte: bebe.abril por Por Thais Szegö

(Visited 48 times, 1 visits today)