Você pinta ou alisa os cabelos em casa? Conheça os riscos e algumas dicas!

Quando são feitos no salão estes procedimentos capilares devem seguir à risca certas regras de saúde e segurança, relacionadas a quantidade do produto, ao tipo de produto mais adequado ao seu cabelo, o modo de aplicação, o tempo e outros detalhes muito importantes que só um profissional está apto a fazer.

Tinturas e alisamentos podem oferecer riscos aos cabelos e até a sua saúde se não forem usados corretamente, mesmo procurando profissionais da área. Imagine então como o cuidado deve ser redobrado quando a escolha é fazer seu tratamento capilar em casa.

E pensando nisso, resolvemos esclarecer alguns desses problemas que podem surgir, mas não precisam ficar assustadas meninas, apenas atentas, todo cuiaddo é pouco. Não adianta comprar uma tintura, um produto alisante e achar que já sabe fazer tudo, porque o resultado pode não ficar como o esperado.

Bom, vamos as dicas e aos principais cuidados que devem ser tomados por quem alisa ou pinta os cabelos em casa:

Tinturas

Debora-secco-Cabelos-Loiros

Deborah Secco - Cabelo com tons loiros

 

Geralmente esses métodos causam algum ressecamento dos fios, o cabelo fica com menos brilho e maciez;

Cada tratamento químico resulta em uma transformação no cabelo e dependendo da forma como é feito, pode ser um resultado bom ou ruim, por isso todo esse cuidado.

“A química precisa penetrar no fio para agir e por isso mexe com sua estrutura natural. Quando este tipo de método é feito de maneira incorreta, o córtex, que é a parte do cabelo responsável pela elasticidade, fica danificado, deixando os cabelos sem forma. Esse é o maior dano que uma ação química pode causar”, detalha Maurício. Maurício Rocha é visagista capilar e consultor de imagem pessoal. Citação retirada do site Personare.

Com relação as tinturas, deve-se ficar atenta à tonalidade da cor indicada na caixa do produto. Após a pintura seus fios não irão ficar completamente iguais ao tom mostrado na caixa. Os pigmentos naturais do seu cabelo influenciarão bastante no tom final, pois eles se misturam e formam uma tonalidade diferente para cada pessoa. Por isso vemos algumas pessoas que pintaram o cabelo com a mesma cor da tinta e obteram tonalidades um pouco diferentes.

Se seu cabelo já é pintado, só reaplique a tinta em no mínimo 30 dias. Antes disso, você prejudica a saúde dos fios, deixando-os mais fracos, ressecados e sem brilho.

Um cabelo com tintura, só pode receber outra tintura com cor diferente se antes fizer procedimentos como decapagem ou descoloração. Pois se você tem a cor dos cabelos escuros e agora quer clarear, e para isso pinta com uma tinta em tom loiro, seu cabelo não vai clarear. E procedimentos como a decapagem, que é similiar à descoloração, deve ser feito por um profissional, pois exige conhecimento técnico. Procedimentos como estes são feitos para remover o pigmento artifical dos fios, preparando-os para receber uma nova cor.

Mas para quem apesar de todos os riscos ainda prefere pintar os cabelos em casa, vale ficar atenta a essas dicas:

Para prevenir manchas na pele na hora de aplicar a coloração, uma boa dica é usar creme de barbear para proteger a pele. A opção é eficaz e barata.

Ao aplicar a coloração, peça ajuda de alguém. Isso evita que o cabelo fique com falhas nas regiões que você não consegue ver ou alcançar.

Siga as instruções do fabricante, que são expostas na embalagem. Dependendo da marca, existe diferença no modo de aplicar o produto, na quantidade de tinta, no tempo de permanência no cabelo, etc.

O recipiente usado para misturar a tintura deve ser de plástico e não de metal. A química contida no metal não permite que a coloração aja como deveria nos fios.

Na hora de tirar a tintura, é importante ter atenção. Não entre diretamente no chuveiro, pois a pressão da água retira a tinta. O ideal é molhar os fios aos poucos para amolecer a coloração, e fazer massagens suaves no couro cabeludo. Essa técnica ajuda a tinta do cabelo, da pele e do couro cabeludo. Depois disso, basta lavar o cabelo normalmente, optando por shampoos e condicionadores para fios quimicamente tratados e, de preferência, sem sal.

Alisamentos

No caso dos alisamentos, os danos de um processo caseiro podem ser ainda mais fortes. De acordo com o visagista capilar, quando você modifica a forma do fio com alisamentos, escovas progressivas ou relaxamento, está deformando as madeixas de modo permanente, deixando a fibra capilar sem elasticidade. Além disso, também pode ocasionar perda dos fios por queda e quebra, além do surgimento de feridas no couro cabeludo.

Vale lembrar que alisamentos e relaxamentos podem não ser compatíveis com as colorações e muitos sequer podem ser feitos no mesmo dia. Em caso de dúvidas, é importante consultar um especialista para orientar a respeito de qual alisamento é mais compatível com determinada coloração e vice-versa.

Quem arriscou fazer um procedimento químico em casa e agora sofre com os fios detonados, pode amenizar os danos com linhas de tratamento para cabelos quimicamente tratados. Cremes sem enxágue e de tratamento noturno podem dar vida novamente às madeixas danificadas.

Fonte: Personare

(Visited 145 times, 1 visits today)