Melasma: conheça os tratamentos indicados para esse tipo de mancha na pele

Tratamento para Melasma. As regiões mais atingidas por manchas são o rosto e o colo. Para saber mais sobre as manchas e os tipos acesse: Tipos de mancha que atingem o rosto e tratamento ideal para cada tipo.

É um dos problemas de pele mais difíceis de tratar. Os peelings superficiais são o procedimento mais indicado porque, se forem muito agressivos, estimulam ainda mais a melanina, escurecendo a mancha em vez de clarear. Embaixo do melasma, pode haver vasinhos. Eles são eliminados com o uso de luz intensa pulsada. É importante ter em mente que não há cura para o melasma, mas, com os tratamentos indicados, é possível melhorá-los em até 70%.

Associação dos peelings de resorcina e de ácido mandélico
Indicação Melasmas no rosto ou no colo.
Como funciona O ácido mandélico pertence à família dos alfa-hidroxiácidos. Ele atua acelerando a troca de pele e tem ação clareadora, pois elimina o excesso de melanina distribuída na superfície cutânea. A resorcina também é um potente agente clareador derivado do fenol e provoca esfoliação. “Sugiro às minhas pacientes que façam, no mesmo dia, o peeling com ácido mandélico e, depois, o de resorcina”, diz a dermatologista Denise Steiner. Três semanas antes do procedimento, é preciso preparar a pele com o uso de ácidos e cremes clareadores. Na hora da aplicação, sente-se um leve ardor, mas ele é suportável e passageiro. Após as sessões, a face fica avermelhada pelo período de três a cinco dias e pode haver uma descamação leve. Durante todo o tratamento é imprescindível usar filtro solar FPS 30 e aplicar hidratante à noite.
Contraindicação Pele com cortes ou herpes.
Número de sessões Quatro, combinando os dois peelings. O intervalo entre as sessões é de 15 dias. Os resultados começam a aparecer após a segunda sessão.

Peeling de ácido glicólico
Indicação Melasmas no rosto ou no colo.
Como funciona Usado em concentrações que variam de 30% a 70%, o peeling de ácido glicólico acelera a troca de pele e regula o excesso de melanina. Um mês antes do procedimento, é preciso preparar o rosto com o uso de ácidos e cremes clareadores. No dia da aplicação, o dermatologista higieniza bem o rosto antes de espalhar o ácido, que age pelo período de três a sete minutos. Durante esse tempo, a paciente sente uma ardência suportável. A leve vermelhidão que surge depois de cada sessão desaparece em cerca de dois dias e não impede que a paciente retome imediatamente as suas atividades. Em alguns casos, há descamação discreta. Como o peeling provoca uma esfoliação e deixa a pele mais fina e sensível, nos sete dias seguintes ao tratamento é indispensável usar protetor solar com FPS 30 ou superior.
Contraindicação Peles com algum tipo de machucado ou lesão, como cortes ou herpes.
Número de sessões Seis, com intervalos que variam de uma semana a 15 dias. Os resultados aparecem na terceira sessão.

Peeling de ácido retinoico
Indicação Melasmas no rosto ou no colo.
Como funciona Usado em concentrações que variam de 1% a 8%, conforme a quantidade de manchas, o ácido retinoico acelera a renovação da pele e controla o excesso de melanina. E não é só: também estimula a produção de colágeno e a circulação sanguínea. Um mês antes do procedimento, é preciso usar ácidos e cremes clareadores. A sessão é rápida. O dermatologista espalha a loção em cerca de dez minutos. A partir daí, a paciente já pode ir para casa, onde vai retirar o produto com água fria após seis horas. Nos três primeiros dias, a pele fica avermelhada e descama levemente. Não é preciso anestesia na hora da aplicação. Nos dias seguintes ao procedimento, é recomendável o uso de protetor solar FPS 30 e cremes cicatrizantes.
Contraindicação Peles muito sensíveis, com infecções, como ferimentos ou herpes ativo; e gestantes.
Número de sessões De quatro a seis, com intervalo de 15 dias entre elas. Os resultados são perceptíveis a partir da segunda sessão.

• Manchas vermelhas

Manchas escuras e sardas

• Melasma

• Conheça alguns cremes que ajudam a clarear as manchas

Fonte: Marie Clarie

(Visited 779 times, 1 visits today)