Fofoca no namoro, veja como lidar com ela

Se tem uma coisa que pode atrapalhar bastante um relacionamento, seja ele de namoro, amizade ou profissional, é a fofoca.

Há quem adore uma boa fofoquinha, muitos conseguem ouvir sem palpitar, outros adoram repassar as histórias e até mesmo aumentar e inventar para torná-la mais interessante, mais curiosa. Os fofoqueiros podem ser tanto homens como mulheres, não há essa distinção, vai de pessoa pra pessoa mesmo. 

Já imaginou o quanto é chato, você está em um relacionamento e de vez em quando vem aquelas pessoas que na maioria das vezes são até amigos em comum do casal, e lhe enchem de dúvidas com relação a conduta do outro. Adoram deixar escapar certos detalhes que não têm outra função a não ser o de despertar sentimentos desnecessários e a desconfiança. O pior de tudo é quando você sabe que a pessoa está falando meio propositalmente, as vezes para se aparecer, para mostrar que estava em determinado lugar, ou que sabia de determinada coisa, enfim, querendo entrar na roda da conversa a todo custo.

Esse tipo de pessoa tem a necessidade de se autofirmar, quando chega em uma roda de conversa e as pessoas estão comentando algo sobre alguém, e a pessa chega ouve a conversa e complementa com algo do tipo: “Ah, eu soube que ele fez isso…” “Semana passada vi esse mesmo rapaz morto de bêbado, um vexame…” E quase sempre são comentários negativos sobre a pessa em questão.

Em um relacionamento, é importante não dá ouvidos a certas fofocas, que só servem para atormentar e plantar discórdias. Apenas escute a história sem da muita importância e se for algo sério que tenha que checar, cheque sem dá a entender a pessoa que contou a história, pois assim ela não terá mais tanto estusiasmo em vir lhe contar algo da próxima vez, ja que viu que você nem deu bola. E lembre-se, se for verdade, pense bem antes de da corda à fofoca, pois uma história ou outra pode até ser verdade, mas se a pessoa percebe que você adora uma fofoca, ela sente a necessidade de sempre que conversar com você lhe contar algo novo, e ai sim que começam as mentiras, as histórias distorcidas ou até inventadas.

Entre um casal também, deve haver o respeito, não é nada bonito e ético, você comentar coisas sobre seu relacionamento, sobre seu parceiro para outras pessoas. Um comentário superficial aqui ou outro ali, ainda vai, ou uma conversa mais intima com um amigo de confiança, também, mas mesmo nesse casos, evite falar sobre algo pessoal do outro, se quer falar de alguém, fale de você mesmo, das suas atitudes. As vezes você fala algo com uma intenção e a outra pessoa que está ouvindo interpreta totalmente diferente, e não temos como controlar o que o outro entendeu daquela situação, o máximo que podemos fazer é evitar contar certas coisas. Pois aí que começam as fofocas e daí podem surgir histórias que chegam até a destruir um relacionamento.

Isso serve pra qualquer tipo de relacionamento, seja de amizade, seja no trabalho, seja com os vizinhos, com a família, etc.

Para lidar com isso, além de tudo que foi dito acima, você tem que se posicionar, tem que ouvir mais do que falar, preste atenção a sua volta e veja quem tem mais esse costume de falar mal dos outros, ou de solta comentários maliciosos e desnecessários, as vezes você não percebe. Cada vez que você observa mais e fala menos, você percebe que aquele que mais fala mal dos outros é sempre o menos resolvido e o mais inseguro. Quem se sente inferior precisa distrair os outros com comentários denegrindo a imagem das pessoas, para não dar tempo que percebam suas próprias imperfeições.

Então tente agir diferente, não fique em rodas onde estão falando mal de outras pessoas, muito menos contribua com comentários para denegrir ainda mais o alvo da roda. Aponte qualidades da pessoa, tente justificar bondosamente suas ações ou então fique quieto, mas não dê conversa para burburinhos. Não faça isso para ser reconhecido, nem porque é elegante, mas simplesmente aja diferente. Prefira conversas que possam lhe acrescentar algo, ou até mesmo conversas bobas que distraiam mas que divirtam as pessoas sem denegrir a imagem de ninguém.

Fale coisas que acrescentem a vida dos outros. Faça com que  as pessoas que conversam com você saiam edificadas e pare de perder tempo com comentários que não ajudarão acrescentar na vida de ninguém, ecuidado amanhã pode ser você o alvo da fofoca. Ok?

(Visited 660 times, 1 visits today)