Como a Terapia de Casal pode ajudar no meu relacionamento?

Os relacionamentos refletem diretamente no cotidiano das pessoas, precisamos estar bem nesse sentido para termos uma vida mais feliz. Mas há muitos problemas que afligem a maioria dos casais e nem todos resistem aos altos e baixos, acabam se separando e é cada um pro seu lado. Mas quando ainda há esperança de que tudo pode dá certo novamente, alguns casais recorrem à Terapia de Casal. E o para que serve a Terapia de Casal? No que ela pode ajudar? Vejamos a seguir.

A terapia de casal tem como objetivo auxiliar os parceiros na busca de maneiras de se conviver com as diferenças e conseguir manter um relacionamento saudável. O terapeuta ajuda o casal a rever os seus pontos de vista e as atitudes que dificultam a boa comunicação na relação. Sem procurar quem está certo ou errado, a terapia ajuda a abrir portas para o diálogo, buscando um entendimento de forma que os dois se sintam bem, satisfeitos e compreendidos, equilibrando e fortalecendo vínculos. Ou até mesmo ajudar na separação se for o caso.

O primeiro passo antes de procurar uma terapia de casal, é reconhecer a insatisfação do casal, e evitar brigas ou que elas cheguem a um ponto extremo, onde não há mais o respeito. É importante que o casal queira melhorar, queira tentar, seja se reconciliar, ou se separar de forma saudável para ambos.

Algumas atitudes comuns no relacionamento que levam os casais a fazerem Terapia de Casal?

A forma de brigar importa muito no relacionamento. Se não há respeito, os envolvidos mal se ouvem e só querem atacar o outro, aí sim, a briga é destrutiva e não leva a nada. E por não conseguirem mais se entender buscam alternativas para tentar novamente, mas nem sempre acertam o meio termo das coisas, e muitos procuram a terapia.

Quando o marido não assume responsabilidades com a casa e as crianças, por exemplo, a mulher vive insatisfeita com pequenas atitudes do dia-a-dia e, como na maioria das vezes não há uma conversa para chegarem a um entendimento sobre o que o outro pensa e quer, empurram os problemas com a barriga, descontando a insatisfação em outras ocasiões, gerando muitas brigas e consequentemente dificultando aos poucos a convivência do casal.

A infidelidade conjugal é um grande problema, em alguns casos é difícil até chegar a um acordo sobre a separação, em outros, os envolvidos não querem separar, se perdoam entre si, mas a confiança está destruida, enfim…

Em situações assim, não cabe ao terapeuta impor uma “atitude certa” aos pacientes, ele procura criar condições para que eles definam os próprios desejos e refaçam contratos.

São inúmeros problemas e atitudes que levam as pessoas a se desentenderem a se reconciliarem e a procurarem terapia, cada casal tem sua história, é um assunto muito delicado e, que depende muito da boa vontade e do sentimento que nutre o casal.

As sessões de terapia são semanais e o custo pode variar.

Fonte: claudia.abril

(Visited 71 times, 1 visits today)