Caso real: ele me trocou por outra, e agora? Como superar

Esse é um assunto meio delicado, niguém gosta de ser “trocado”, nem se sentir rejeitado. Há os que superam rapidamente, mas há aquelas pessoas que não só não superam, como não conseguem deixar o outro em paz. Bom as consequências disso, são inúmeras, mas vamos falar das mulheres que não conseguem deixar o passado pra trás e prolongam esse sofrimento por mais tempo do que deveria, atrapalhando sua própria vida e também impatando o outro de seguir em frente.

Cito o caso de uma leitora que enviou sua história e autorizou a escrever sobre ela. Ela namorava a pouco mais de 2 anos e era completamente apaixonada pelo namorado, no início ele também parecia retribuir bem o sentimento e parecia um casal que tinha tudo pra da certo. Até noivos ficaram, mas no último ano de namoro muita coisa aconteceu. Ele começou a sair escondido, só se sabia as notícias dos amigos contando que viram ele em tal lugar, recebia ligações e mensagens de mulheres,  ele não a deixava ver nenhuma delas, passou a sair sem ela, não dizia onde estava e muito menos tinha hora pra voltar e começou a tratá-la mal por pouca coisa e toda vez que ela se queixava sobre suas atitudes. Sem falar que morria de ciúmes dela e a prendia dentro de casa, nem saia com ela e nem “permitia ” que ela saísse, pois la vinham as ameaças, as brigas, e adeus paz.

Ta certo que de alguma forma ela permitiu tudo isso, aceitou, mas é isso o que acontece com a maioria das mulheres, elas começam a aceitar coisas que não deveriam, por “amar demais” e por medo de perder o amado e ficam sem saber como agir, na esperança de tudo se ajeitar naturalmente e acabam por não viver o lado bom do amor em um relacionamento e se tornam pessoas infelizes, nitidamente.

Mas voltando a história, pouco tempo depois ela o encontrou em um bar com um casal e uma outra mulher com quem ele a traia, mas o pior foi que ao vê-la, fingiu que não conhecia a própria namorada, ou seja, estava claro há muito tempo que ele havia perdido o interesse, e depois dessa, dele nem ao menos ter um pouco de consideração e respeito, era motivo suficiente pra ela sair dali e não querer vê-lo nunca mais.

E o que fazer depois disso? Não há muito o que fazer ele mostrou que não é um cara que mereça sua dedicação e seu amor, e está mais claro ainda que ele perdeu o interesse e entender isso é o primeiro passo para superar tal decepção, e seguir em frente.

Alguns homens têm dificuldade de se desfazer de seus relacionamentos, mesmo quando ja perderam o interesse, talvez por insegurança, ou até mesmo pra não ter o peso da culpa de ter sido ele o responsável por terminar e, o receio de se arrepender depois. Podem ser inúmeras causas. Mas o ideal e o mais sensato a se fazer quando o relacionamento não vai bem, e quando um dos dois já não quer mais, é terminar.

O casal da história terminou depois do episódio, claro, mas ela ainda continuava cheia de esperanças, mas muita água rolou depois disso. Mas ela entendeu que o melhor a fazer era tentar esquecer, deixá-lo seguir sua vida longe e fazer o mesmo com a sua.

Já que as pessoas as vezes aceitam tanta coisa no namoro, como no caso acima, porque não aceitar então a separação, aceitar que já deu o que tinha que dá? Óbvio que não é tão fácil assim, é um processo doloroso, um grande sofrimento, há muita coisa envolvida, mas ou você perdoa e volta (acho que voltar não seria o melhor no caso acima) ou então perdoa, mas cada um pro seu lado, ou seja, perdoar é esquecer e seguir em frente sem ressentimentos, mas voltar já são outros quinhentos.

Por mais que ele seja ou tenha sido o amor da sua vida, há muita coisa em sua volta que você não se permite enchergar, coisas que você não conhecia, e a medida que você percebe que há muito mais do que imaginava pra se viver, é que tudo começa a acontecer pra você, inclusive novos amores. O lance é se conhecer, cuidar de você, da sua aparência, da mente e viver.

Não é fácil superar, mas também não é insuperável.

Após uma traição, uma separação é necessário dar o tempo necessário para que as feridas se curem, depois transcender e começar de novo. Relacionamentos pós-traição têm de começar de modo diferente, não podem ser maculados pelo fantasma da experiência passada.

Dicas para superar o fim

1) Não veja o ex nem fale com ele por dois meses – esse é o tempo necessário para superar emocionalmente a ausência do antigo parceiro no dia-a-dia;
2) Procure os amigos – desabafar com eles é fundamental para assimilar o fim do relaciona-
mento;
3) Encaixote as lembranças – se você obrigar a lembrar do antigo companheiro todos os dias não conseguirá tirá-lo de sua vida;
4) Saia de casa diariamente – um dos efeitos colaterias do fim de um relacionamento é tempo livre demais que se não for bem usado pode se converter em tristeza;
5) Vista-se bem – o primeiro passo para demonstrar que você está batalhando para sair do fundo do poço é não abrir mão da aparência;
6) Nada de recaídas – um encontro amoroso com o antigo parceiro equivale a reabrir uma ferida que já estava começando a cicatrizar;
7) Fortaleça a auto-estima – Somente quando acreditar que não é uma pessoa desintere-
ssante só porque foi abandonada você estará pronta para um novo relacionamento.              (fonte: tutomania)

Veja mais em: Dicas de como superar uma traição

Da Redaçao Anita Mulher

(Visited 8.992 times, 1 visits today)